sexta-feira, 17 de julho de 2009

Pacto de Sangue - Double Indemnity


Um dois mais interessantes filmes noir existentes Double Indemnity inicia-se praticamente como todos os filmes do estilo, com a narração dos fatos acontecidos pelo protagonista da história em forma de FlashBack.
“ Comunicado interno de Walter Neff para Barton Keyes, chefe de sinistros. Los Angeles, 16 de julho de 1938. Isto...parecerá uma confissão... Falarei de algo que não viu por estar muito perto. O fiz discretamente...me refiro a ao assunto Dietrichson...Sabem quem matou Dietrichson? Fui eu quem matou. Eu Walter Neff, vendedor de seguros, 35 anos solteiro, sem cicatrizes visíveis – isto é até agora pouco...Matei por dinheiro e por uma mulher. Não consegui o dinheiro e nem a mulher, estupendo.”
Walter Neff (Fred MacMurray), vendedor de seguros se apaixona pela esposa de um de seus clientes Phyllis Dietrichson (Barbara Stanwyck) no momento em que a vê. Seu cheiro de essência de flores domina-o, fazendo com que este não consiga mais parar de pensar loura platinada e sedutora.

Quando Neff menos espera já está completamente envolvido com Phyllis e a ajudando arquitetar um plano diabólico, para livrar-se do marido.
O vendedor de seguro orienta Phyllis em como matar seu esposo sem levantar suspeitas e de forma que a mesma possa receber o dinheiro do seguro em dobro.
Logo depois do assassinato, o corretor começa a viver em tensão. Primeiro devido à forte desconfiança vinda de seu experiente e fiel parceiro Barton Keyes (Edward G. Robinson) que não acredita que um simples acidente tenha matado o Sr. Dietrichson. Keyes vive de investigar fraudes em seguros e para ele existe algo de errado por traz do falecimento da vítima. Ele tem praticamente certeza que a viúva está metida na morte de seu marido juntamente com outra pessoa.
O investigador é muito ardiloso e perspicaz, praticamente tem o crime solucionado, só está intrigado em quem seria o comparsa da loira.

Para piorar a situação a filha do falecido Sr. Dietrichson, a jovem Lola (Jean Heather) procura Neff alegando que também desconfia de sua madrasta e conta fatos até então desconhecidos do corretor. De como no passado a loira que havia trabalhado na como enfermeira de sua mãe havia matado a senhora Dietrichson para se casar com o pai da jovem.
Neff percebe tardiamente que precisa se livrar de Phyllis, pois o cerco se fecha e ela demonstra poder colocá-lo como mentor de todo plano. Só que agora é tarde de mais, a loira já tem planos para liquidar com amante.
Os dois então iniciam uma caça gato e rato onde ambos (Phyllis e Neff) tentam se livrar um do outro.

E A tensão passa a envolver a vida de Keyes, que de um simples vendedor de seguro agora se tornara um assassino.
O final da historia é surpreendente e eletrizante com a confissão de um amor e um assassinato...
Esse é um dos melhores filmes noir existentes, um trabalho impecável do diretor Billy Wilder. Que cuidou para que o filme tivesse todas as características fundamentais para uma película gênero. Sombras dramáticas, alto contraste, iluminação resultando no contraste escuro para o claro. Filmagens em locais reais, durante a noite. Sombras de venezianas sobre o rosto dos atores dando uma clima de tensão durante toda a película.
Somente quem assistir ao filme entenderá porque Barbara Stanwyck é considerada um ícone dentro dos filmes noir. Ela está perfeita como a "mulher capaz de induzir" um homem ao crime.
Inicialmente o personagem Walter Neff se chamaria Walter Ness, mas o diretor Billy Wilder descobriu que vivia em Beverly Hills um vendedor de seguros que se chamava Walter Ness. Para evitar acusações de difamação contra esta pessoa, Wilder resolveu então por trocar o sobrenome do personagem.

O ator Dick Powell estava interessado em interpretar Walter Neff em Pacto de Sangue, mas foi impedido de atuar por estar sob contrato com outro estúdio e este não ter autorizado sua participação no filme.
A cena em que Neff e Dietrichson não conseguem fazer com o que o carro pegue após terem cometido o assassinato foi inserida no roteiro do filme após o próprio Wilder passar pelo mesmo problema ao término de um dia de filmagens.
Pacto de sangue foi refilmado o nome de Indenização Dupla (1973).
O filme
Recebeu 7 indicações ao Oscar, nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz (Barbara Stanwyck), Melhor Fotografia - Preto e Branco, Melhor Trilha Sonora, Melhor Som e Melhor Roteiro.
Podemos ver o ator Fred MacMurray em outro filme de Billy Wilder, The Apartment ou "Se meu Apartamento Falasse", ja postado por mim nesse blog.

Dowland do Filme Pacto de Sangue:

Double_Indemnity.1944.DD.part1.rar
Double_Indemnity.1944.DD.part2.rar
Double_Indemnity.1944.DD.part3.rar
Double_Indemnity.1944.DD.part4.rar



3 comentários:

Rodrigo disse...

Parabéns querida Júnia , por disponibilizar esta obra prima , sou admirador do gênero , pouco difundido no Brasil .

Muito obrigado , um excelente fim de semana pra ti !

Caio disse...

Que bom que gostou, é importante ressaltar a atmosfera criada, as luzes, as sombras e a música que geram um clima único no cinema. Billy Wilder é isso aí...

Filipe Assis disse...

Por acaso desconhecia esse título. Vou ver agora. Billy Wilder promete sempre.

Desconhecia seu blog, parabéns gostei bastante. Para quem se afirma apenas uma amante, está muito bem para crítica também! =P

Cumps.
Filipe Assis
CINEROAD - A Estrada do Cinema